Governo vai cobrar Imposto de Renda de Poupanças com mais de R$ 5o mil

O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou um nova proposta do Governo para mudanças na tributação dos rendimentos da Poupança.

De acordo com a proposta, poupanças com saldo superior a R$50 mil, terão que pagar imposto de renda sobre a rentabilidade a partir de 2010. A pessoa pagará impostos sobre o valor excedente a R$ 50 mil, por exemplo, se uma pessoa tem R$ 80 mil na caderneta de poupança, pagará imposto de renda sobre R$ 30 mil, que é o valor excedente dos R$ 50 mil. 

O imposto só será descondo quando a Selic (taxa básica de juros) estiver abaixo de 10,5%, ou seja, se em 2010 a Selic estiver acima de 10,5%, não haverá a cobrança do imposto.

A cobrança do imposto obedecerá a uma Tabela progressiva, para cada variação da Selic haverá um percentual diferente da parcela do rendimento sujeita a tribuação. 

O governo também estuda a dedução de impostos para outras aplicações finaceiras como fundo de renda fixa, estas alterações podem ser feitas ainda este ano.  

O objetivo do Governo com estas mudanças é garantir crédito na praça e evitar a migração de grandes investidores para a poupança.

Uma resposta para "Governo vai cobrar Imposto de Renda de Poupanças com mais de R$ 5o mil"

Postar Comentário