Declaração do Imposto de Renda – Tributação sobre doações

Vote nessa matéria: 1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas6 estrelas7 estrelas8 estrelas9 estrelas10 estrelas

     





Ganhar importâncias em dinheiro como presentes de parentes ou amigos pode deixar a dúvida: será que devo incluir na declaração do imposto de renda?

Se um amigo ou parente vende um imóvel ou um carro e resolve dar parte desse dinheiro como um agrado o vendedor é responsável pelo pagamento do montante referente ao imposto de renda dessa fonte de lucro.

Em casos assim, basta o presenteado declarar o valor recebido como doação e preencher o campo “Valores isentos ou não tributáveis”, na guia de recolhimento anual.

A dica vale para qualquer presente, independentemente de quantia ou origem do dinheiro.

Por Karina Gonçalves


Participe! Deixe um comentário sobre esta matéria.

Comentários

  1. Jose Vicente escreveu:

    Lembrar que nas doações cujo valor anual ultrapassar a 2.500 Ufesp (R$ 15,85 cada, em 2009; 2.500 x 15,85 = R$ 39.625,00), haverá incidência de imposto estadual.

  2. Janilda Ferreira escreveu:

    Uma empresa quer fazer uma doação de uma cadeira de rodas para uma pessaoa física e quer deduzir o valor no imposto de renda.
    Como ela faz isso? até quanto ela pode deduzir?

    Atenciosamente,

    Janilda Ferreira

  3. vanda rodrigues escreveu:

    qual é o limite de isenção de doação 2010 para filha, estado de spaulo e federal? por favor podem me ajudar?

  4. José Vicente de Mattos escreveu:

    @vanda rodrigues
    Vanda, veja comentario n.1. Para o imposto de renda não há limite, mas o governo de são paulo cobra imposto para doações acima de R$ 39.625 feitas em 2009

  5. Caro José Vicente,
    se a doação ultrapassar o limite de 2500 Ufesp, como faço para declarar no IRPF e na Fazenda Estadual SP? Grato pela atenção.

  6. Pedro Paulo Rocha escreveu:

    Se doação em dinheiro para um filho está sujeito a tributação
    Pedro Paulo

  7. Pedro Paulo Rocha escreveu:

    Desejo saber se há imposto incidente sobre doações em dinheiro entre pai e filho e a quem cabe pagar este imposto, se ele existir.
    Favor informar com relação ao Rio de Janeiro e Paraná
    Pedro Paulo

  8. José Vicente de Mattos escreveu:

    Olá Ruggero, desculpe. Só hoje ví sua pergunta.
    Para o imposto de renda o recebedor declara na ficha de rendimento isento e esclarece na declaração de bens código 99, somente no histórico, sem valores nas colunas 31/12: “doação de R$ … recebida de… cpf….”.
    Se for um só o doador em valor superior R$ 39.625 paga-se o imposto estadual em até 30 dias da doação. Se forem mais que um e cada um abaixo daquele valor, estará isento. Talvez seja melhor esperar que não aconteça o cruzamento de informações no seu caso. Vou me inteirar da mecânica do imposto estadual e num outro dia, posto aqui. Abç

  9. José Vicente de Mattos escreveu:

    Olá Ruggero, desculpe-me de novo: segundo a Secretaria da Fazenda o pagamento do tributo estadual deve ser feito ANTES do ato que formnalisa a doação. Se feitas em vários momentos do ano, antes de a soma atingir 2.500 ufesp (4% sobre o valor da doação). O responsavel pelo recolhimento é o donatario (quem recebe a doação). Pode-se preencher a Guia (GARE DR) diretamente no site: http://www.fazenda.sp.gov.br/guias/demais.asp

  10. José Vicente de Mattos escreveu:

    Doações. Obrigações Estaduais. Fvr confirmar a obrigatoriedade de entrega de declaração, por parte do doador, até 31 de maio de cada ano, com o rol de doações feitas no ano anterior.

  11. doações para partidos ou candidatos para eleições 2010 comportam dedução do imposto de renda?

  12. Rômulo Assis escreveu:

    COMO TRATAR A DOAÇÃO DE MÃE PARA FILHO, ONDE O VALOR É ORIUNDO DE INDENIZAÇÃO?

  13. Manoel Bezerra escreveu:

    Gostaria de saber se posso fazer uma doação a uma entidade evangélica (igreja)e ser isento sobre esse valor.

  14. Boa tarde,

    Gostaria de saber se no exemplo de eu ter doado R$ 50.000,00 pagarei imposto só da diferença, ou sobre os 60.000,00

    39.625,00 sou isento
    10.375,00 pagarei apenas sobre esta diferença

  15. karoly j. gombert escreveu:

    Srs. Gostaría de saber se a doação até o limite de 2500 Ufesp é anual? Se tenho 2 filhos posso fazer a doãção de 2500 Ufesp a cada um sem paghar imposto?

    grato,
    Károly

  16. Celia Araujo escreveu:

    como proceder na declaração anual no seguinte caso vendi um imovel por 500.000,00 e comprei ontro por 400.000,00 colocando em nome de meus dois filhos saindo na escritura de compra a doação como proceder na declaração e quem devera pagar o imposto eu domo doadora ou os meus filhos como donatarios.

  17. José Vicente escreveu:

    @karoly j. gombert
    Lurdes: o imposto do estado é cobrado do total. Saída: doar 39 e emprestar 11. No ano seguinte doe os 11.

  18. José Vicente escreveu:

    @karoly j. gombert
    Karoly: correto seu raciocinio. É isenta do imposto estadual cada doação a beneficiarios diferentes até o limite de 2.500 ufesp (+/-R$ 40 mil( por ano.

  19. José Vicente escreveu:

    @Celia Araujo
    Celia, vc teria doado R$ 200.000 a cada um, sujeitos ao imposto estadual.
    Que tal doar 2.500 ufesp e “emprestar” o saldo; a cada ano nova doação abatendo do saldo devedor, em 5 anos zera a dívida sem o tributo estadual?

  20. marcos silva escreveu:

    vanda rodrigues :qual é o limite de isenção de doação 2010 para filha, estado de spaulo e federal? por favor podem me ajudar?

    @vanda rodrigues

    @vanda rodrigues

  21. José Vicente escreveu:

    @marcos silva
    Sendo de R$ 16,42 o valor unitario da Ufesp para 2010, 2.500 ufesps alcançariam R$ 41.050,00.
    Doações até esse valor estão isentas do tributo estadual (SP) .

  22. Minha avó, não declara IR, é isenta. Ela quer transferir o saldo da poupança dela para a minha conta, um total de quase R$ 50.000,00. No meu ponto de visto, essa operação perante o governo seria uma doação, mesmo que particularmente não seja. Ela só não quer mais movimentar nada em banco e eu sou a única neta. Estou em dúvida se devo aceitar ou não. Eu terei que pagar IR?

  23. Minha avó recebeu em junho de 2010 uma quantia referente um processo judicial no nome do meu avô falecido. Ela sempre manifestou a vontade de mme doar essa quantia, que ficou algo em cerca de R$ 40.000,00. Porém ela recebeu menos porque ficou uma quantia retida na fonte, recebeuns 39.000. EM junho deste ano, ela recebeu o dinheiro e logo em seguida me deu. Porém eu levei pra casa e não depositei em banco, poupança, nada, pois usei mais de 10 mil pra pagar umas dívidas,uns acordos que fiz, paguei os honorários da advogada pra ela, deixei uma parte com a minha vó, enfim, e o restante estou usando na construção de uma casa. Minha vó veio a falecer agora em outubro, então acho que ela não declarou esse valor recebido,e nem doado pra mim, já que foi esse ano. Eu terei que declarar isso como doação recebida no ano que vem, mesmo sem ter colocado em nenhuma conta?

  24. jose vicente escreveu:

    @tatiana
    Tatiana, a opção é sua. Mas o correto seria declarar doa~ção recebida (de preferência em valor menor do que r$ 41.050). Isso iria justificar seus pagamentos, se vc os declarava em “dívidas e onus”, bem como a construção que vc irá declarar em “Bens”.

  25. Estou para receber de meus pais um valor de R$ 100.000,00, como devo proceder, qual a melhor forma para eu não pagar nenhum imposto?

  26. Paulo Soares escreveu:

    Boa Noite,

    Gostaria de saber se doações de filho para pai são tributadas?

    Sei que de pai para filho são isentas, mas seguindo o mesmo raciocinio, de filho para pai também não pode ser.

  27. Eu movimentei uns 130.000,00 na minha conta corrente em 3 mêses ano passado, foram a denda de tres casas …Ai me falaram que a Receita Federal ia me pegar pq eu movimentei muito dinheiro…Quero saber qual a quantia maxima que uma pessoa fisica pode movimentar anualmente?Me ajudem pelo amor de DEUS…

  28. Bom Dia!
    Minha avó mora no Rio grande do sul e eu no Rio de janeiro, ela fez uma doação de 50.000,00 e outra de 25.000,00 no ano de 2010. Ainda não fizemos nem um pagamentop referente a impostos, como devemos proceder em relação a taxa estadual, e quem pagará o imposto ela ou eu?
    Obrigada.

  29. meu namorado me enviou 230.000 dollares para que eu compre um imovel no rio ´, é melhor enviar direto para minha conta ou é melhor ele tirar o cpf comprar no nome dele e depois passar para o meu nome ?

  30. Dolores Cardoso escreveu:

    Meus filhos me emprestaram em 2009, 25.000,00 cada, e lancei no IR em Dívidas e ônus Reais e em 2010 perdoaram a dívida. Como e onde lançar esses valores, tanto eu como eles no IR?

  31. wilson amorim escreveu:

    José Vicente,
    Minha mulher e cunhados vão ter que vender o único apartamento do meu sogro para custear a saúde dele e dela ( minha sogra), muito idosos. O valor será divido pelos três e deverá ficar perto de noventa mil para cada um. No site da Receita não achei nada objetivo sobre a tributação desta que, suponho, seja uma doação em vida. Meu sogro não declara IR por ter renda abaixo da tributada. Como declarar esse valor e, se for o caso, como é tributado? Do quinhão de cada um saíra o subsídio para o tratamento dos meus sogros. Agradeço a ajuda possível.

  32. PERPETUA escreveu:

    pode haver doações em especie entre conjuges

  33. Boa tarde, foi comprado dolar para ser doado para pessoa que mora no extetior. Como devo declara esse valor em dolar??
    Grata

  34. Francisco Silva escreveu:

    Bom dia! Comprei um imóvel com meus irmãos em 2010. Sou isento de IR tenho que fazer a declaração de Ir? E nos anos anteriores não era obrigatório a DAI devo fazê-las também para os anos de 2008 e 2009? Se eu não apresentar a declaração este ano e precisar vender no futuro o imóvel? Como proceder? obrigado.

  35. Marcus Werneck escreveu:

    Minha mãe pretende doar R$240.000,00 aos 6 filhos, ou seja R$40.0000 a cada um.Existe tributação neste caso se o limite é de R$41.050?

    Grato

  36. soçiaçoes IGREJA declara imposto de renda como pessoa juridica quero saber se ela declara de janeiro de 2010 a dezembro de 2010? OBRIGADO

  37. @Raffael
    Sinto muito. Não tem como não pagar IR. Se fosse simples assim ninguém pagava. A regra é clara, o Estado sempre ganha. Em particular, deve pagar 15% sobre o lucro aferido. Sobre o montante mínimo para ficar na mira da receita, não existe. Isto é lenda urbana. Minha sugestão, se você não pagou, é começara rezar!!! visto que a multa é muit cara nestes casos!!
    []s

  38. Tenho união estável com separação total de bens…meu esposo vai fazer uma tranferencia de 150 mil dólares para minha conta (essa transferencia vem do HSBC da ciade do México)…preciso pagar imposto? quanto por cento?
    Obrigada.

  39. Marcus Werneck :Minha mãe pretende doar R$240.000,00 aos 6 filhos, ou seja R$40.0000 a cada um.Existe tributação neste caso se o limite é de R$41.050?
    Grato

    @Jose Vicente

    @CRISTINA

    @CRISTINA

    @Ruggero

    @Pedro Paulo Rocha

    @José Vicente de Mattos

    @Dolores Cardoso

    @Marcus Werneck

  40. Luciana Machado escreveu:

    Eu entendi que era isento doações de bens no valor de 2.500 ufesps, e doações em dinheiro no valor de 1.000 ufesps. Estou errada?
    Ou os 2.500 ufesps são o valor total das doações?
    Aguardo Obrigada

  41. orlando kolozozki escreveu:

    TENHO GRANDE SALDO EM MEU I.R

    SE ALGUEM SE INTERESSAR PODE ME CONTATAR POSSO FAZER DOAÇÃO E EMPRESTIMO.

Quer realizar um comentário?

*





RSS RSS (comentáos)