Cuidados para não cair na Malha Fina

Mais de 1 milhão de declarações do Imposto de Renda já foram entregues, e muita gente corre o risco de ficar presa na “malha fina” após o dia 29 de abril, último dia da entrega da declaração. O contribuinte pode ficar preso por declarar dados que não confirmam os que a receita recebe sobre os seus rendimentos e despesas, além de dados irregulares. Se isso acontecer, os dados e os comprovantes indicados como pendências deverão ser conferidos novamente e a restituição atrasará.

Se você ainda não declarou seu Imposto de Renda, há alguns cuidados a serem tomados para não cair na “malha fina”:

  • Toda a documentação deve estar em mãos para que não haja erros;
  • Tenha cuidado ao digitar códigos e valores, pois uma vírgula pode causar sérios problemas;
  • Se você tiver sacado sua previdência privada, deve declará-la;
  • Se você aplica na bolsa de valores, deve informar as movimentações;
  • Os aposentados que trabalham devem declarar os rendimentos da aposentadoria;
  • Só declare gastos com saúde se tiver realmente os comprovantes, pois a receita vai ser mais rígida sobre esse tópico.
  • Se você já fez sua declaração e percebeu que cometeu algum erro, ratifique-a o mais rápido possível. 

Por Flávia Yoshitani

Postar Comentário