IRPF 2011 – Site Meu bolso em dia oferece dicas sobre a declaração

Revistas e jornais impressos e sites pela rede mundial de computadores buscam oferecer ao cidadão o maior número de informações sobre a declaração do imposto de renda de Pessoa Física (IRPF). São comuns questionamentos relacionados a gastos com saúde, carro e imóveis, mas para sanar definitivamente as dúvidas a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) decidiu relembrar a existência do site ‘Meu Bolso Em Dia’.

Em um link específico, a página ilustra ao contribuinte diversas dicas para que o Leão não mostre suas garras e o brasileiro, por fim, evite problemas com o governo. A fonte de informações é confiável, uma vez que foi edificada através da parceria entre Regina Pitoscia e Rosângela Dolis, jornalistas que durante um longo período esclareceram os questionamentos de leitores de um grande veículo de comunicação brasileiro.

O contribuinte precisa evitar a entrega da declaração do IRPF na última hora (29 de abril). Embora seguro e aperfeiçoado, o grande tráfego de internautas pode prejudicar a conectividade dos usuários com o sistema central da Receita.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Febraban

2 respostas para "IRPF 2011 – Site Meu bolso em dia oferece dicas sobre a declaração"

  1. Todo ano faço as declarações de IRPF de familiares (06) e surgiu algumas dúvidas que peço a gentileza para me ajudem nos questionamentos abaixo:

    1) Minha esposa recebeu rendimentos de uma empresa pública e do INSS, nesse caso tenho que somar esses rendimentos, ou o INSS não precisa ser colocado no campo : Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ pelo Titular, uma vez que esses benefícios recebidos já teriam sido tributados quando dos recebimentos dos salários na época da ativa ?
    Sempre tive essa dúvida, e tenho mais dois casos iguais: da minha mãe (aposentada do Estado e do INSS), e da minha irmã (aposentada da UFC e do INSS).
    O problema é que a soma vem gerando imposto A PAGAR, e sem a agregação dos benefícios do INSS fica A RECEBER.

    2) Outra dúvida é do meu pai que faleceu em 30 NOV 2010, e ainda não foi aberto o inventário, como devo proceder, seria o espólio ? E a lei que diz que o inventário tem 60 dias para ser feito após o óbito, no caso, não teria a obrigação de abrí-lo, pois iria para JAN 2011, fora do exercício de 2010. Faria no nome dele ?

    Ficaria grato por uma resposta.

  2. Boa tarde
    Resgatei total meu fundo de VGBL da CEF, que apliquei em 2009, tive rendimentos por volta de 2800,00 e paguei IR de 480,00, o informe da CEF indica que eu declare no item RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS, eu creio que é RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA JURÍDICA, como tenho imposto a restituir, o valor de 480,00 também será devolvido, conforme cálculos da declaração, isto é correto?? fui até a CEF e não quiseram responder minha pergunta. Gostaria de ouvir sua opinião. Obrigado

Postar Comentário