Declaração de IR completa ou simplificada?

Saiba qual o modelo que melhor se adapta às suas necessidades

Ao realizar a declaração do imposto de renda 2015, o contribuinte se depara com duas opções: declaração completa ou simplificada. Para alguns, a escolha pode parecer difícil, no entanto, basta calcular se as despesas que podem ser deduzidas excedem 20% dos seus rendimentos ou passam de 15.880,89 reais.

Caso tenha ultrapassado este valor, vale a pena realizar a declaração completa, pois é possível ganhar um desconto maior.

Isso deve-se ao fato de que, quanto mais gastos você tiver durante o ano de 2014, menor será sua renda tributável – montante sobre o qual incide a alíquota de Imposto de Renda. Tais gastos dedutíveis são as despesas que podem ser abatidas da base de cálculo do imposto.

Se seus gastos dedutíveis não ultrapassarem os 20%, será melhor optar pelo modelo simplificado de declaração, onde o abatimento único substitui todos os gastos passíveis de dedução.

A declaração do imposto de renda 2015 poderá ser realizado até o dia 30 de abril por meio de um computador, tablet ou smartphone, dependendo da sua necessidade de declaração. A escolha do modelo é importante, visto que indicará se o contribuinte vai pagar mais ou menos imposto, além de definir o valor da restituição a ser recebida.

Normalmente, o contribuinte que possui apenas uma fonte de renda, nenhum dependente e tem poucos gastos com saúde e educação, encontra muitas vantagens com a declaração simplificada. Jovens em início de carreira se adequam, em grande parte, a este modelo. Mas qual é o melhor modelo pra você?

Mesmo que você já tenha em mente qual o modelo que se afeiçoa melhor às suas necessidades, vale a pena preencher toda a declaração, detalhando os gastos dedutíveis. Dessa forma, antes de finalizar o processo de gravação, o programa da Receita apresenta um parâmetro comparativo dos dois modelos e você não corre o risco de optar pelo modelo simplificado e só depois saber que o mais indicado é o modelo completo.

Vale a pena lembrar que somente as despesas com comprovação podem ser deduzidas. Portanto, mesmo ao preencher sua declaração para testar qual o modelo é melhor para você, é recomendável lançar apenas os gastos com comprovante, já que essa será a forma mais confiável de checar qual é a melhor de ambos os modelos.

Outro ponto que vale a pena ressaltar é que não poderá utilizar o modelo simplificado o contribuinte que pretende compensar prejuízo de atividade rural ou imposto pago no exterior.

Por William Nascimento

Uma resposta para "Declaração de IR completa ou simplificada?"

Postar Comentário