Declarar o IR nos últimos dias pode valer a pena

Entenda quando fazer a declaração do imposto de renda tardiamente tem vantagens

Uma dica sempre concedida pelos analistas e especialistas em declaração de Imposto de Renda é que o contribuinte deve entregar o mais breve possível este documento à Receita Federal, contudo a entrega tardia da declaração tem suas vantagens em certos casos.

Se o contribuinte possui algum valor para ser restituído, é muito mais interessante para a pessoa que ela entregue o documento nos últimos dias de prazo. Esta situação é explicada pelo fato de permitir que o valor a ser restituído tenha um reajuste mais interessante do que outras aplicações financeiras, já que a quantia a ser restituída é reajustada tendo como base a taxa Selic.

De acordo com as regras da devolução de valores, o valor a ser restituído deve ser corrigido considerando a taxa básica de juros que atualmente está em 12,75% ao ano, além deste valor, haverá também uma correção de 1% de juros, assim, o contribuinte estará obtendo um ganho real superior ao índice da inflação. Para entender este raciocínio basta pensar que uma caderneta de poupança rende 6,17% quando a Selic está com um valor acima de 8,5%, conforme esta informação, se você possui algum montante a ser restituído, optar por entregar a declaração nos últimos dias de prazo poderá render bons resultados.

Com a economia desaquecida, a tendência da taxa Selic é continuar subindo, em março o Banco Central elevou a taxa a 12,75%, mesmo já sendo um valor alto, este não ficará estagnado, há indícios de que a Selic possa alcançar 13,25% no final do ano.

Embora esta tática possa ser muito boa e você tenha chance de sair ganhando, não deixe para enviar a declaração nas últimas horas, quando o risco de que ocorram congestionamentos na rede é maior. O indicado e fazer a declaração e deixá-la salva no sistema, assim, quando for o momento de encaminhá-la para a Receita Federal, será necessário somente transmiti-la.

Por Melina Menezes

Postar Comentário