Últimos dias para realizar a declaração do IRPF 2015

Em 23 de abril foram entregues quase 900 mil declarações. Prazo termina em 30 de abril de 2015.

Na última quinta-feira, 23 de abril de 2015, a Receita Federal bateu recordes em declarações do Imposto de Renda. Foram quase 900 mil declarações em apenas um dia.

O prazo para entrega do Imposto de Rende vai até o dia 30 de abril, ou seja, faltam poucos dias para o prazo encerrar.

No entanto, nem todo cidadão é obrigado a declarar para o “Leão”, ou seja, apenas aqueles que receberam rendimentos tributáveis, como o salário, por exemplo, superiores a R$ 26.816,55 ao longo do ano de 2014 devem realizar a declaração.

Além disso, também devem declarar aqueles que receberam rendimentos superiores a R$ 40 mil, não importando se o rendimento é fruto de alguma indenização, como os não tributáveis e isentos. Ainda, os tributados na fonte também devem declarar caso tenham mais de R$ 40 mil anuais.

A Receita Federal disponibiliza em seu endereço eletrônico dois modelos de declaração, uma simplificada e outra completa. Caso o contribuinte opte pela simplificada, haverá desconto padrão de 20%.

Para facilitar a vida do contribuinte, a Receita Federal permite que a declaração seja feita, além do computador, em celulares e tablets. Caso você queira realizá-la através de um smartphone ou tablet, basta efetuar o download do aplicativo APP IRPF no site da própria Receita Federal em www.receita.gov.br. No entanto, não é possível realizar a impressão da declaração diretamente no aplicativo. Ou seja, é preciso salvá-la, manualmente, e, então transferi-la para um pen drive, por exemplo, para então, poder imprimir.

A entrega da declaração deverá ser feita até as 23h59m59s do dia 30 de abril e, aqueles que não entregarem dentro do prazo estabelecido serão multados com 1% ao mês, sendo que o valor mínimo é de R$ 165,74.

Caso você ainda não tenha iniciado sua declaração, fique tranquilo, pois ainda há tempo. Só não deixe para fazê-la um dia antes do prazo acabar, afinal, é preciso de um pouco de tempo para preenchê-la com calma.

Por Andréa Corneli Ortis

IRPF 2015

Postar Comentário