Imposto de Renda 2016 – Como se Preparar para Declarar

Confira aqui algumas dicas que podem facilitar na hora de preparar a declaração do imposto de renda 2016.

Chegou aquele período do ano em que os contribuintes devem entregar a declaração de Imposto de Renda. É uma época cheia de dúvidas e perguntas trocadas com amigos e conhecidos sobre como deve-se realmente fazer a declaração. Para isso preparamos algumas dicas que ajudarão aqueles enrolamos no IR.

Primeiro vale a pena lembrar que a data final para a entrega é dia 29 de abril, não está tão perto então dá para fazer tudo com calma, porém, nada de esquecer de entregar. Os contribuintes ainda não podem entregar a declaração, mas dá para começar a se preparar.

Ter tudo em mão na hora de começar a declaração ajuda muito para evitar dificuldades e nervoso na hora. Essa é a lista de documentos necessários:

  • Cópia da declaração de IR do ano anterior (em nosso caso, 2015);
  • Rendimentos vindos de uma fonte pagadora (para assalariados);
  • Recibos fornecidos a clientes e consumidores (para profissionais autônomos);
  • O livro-caixa (também para autônomos);
  • Rendimento do INSS (para aposentados, pensionistas ou qualquer um recebendo benefício do sistema previdenciário);
  • Rendimentos financeiros em bancos;
  • Contribuições feitas a entidades de previdência privada;
  • Comprovantes de pagamento de despesas escolares com o contribuinte ou dependentes;
  • Recibos de aluguel pago;
  • Nome e número de CPF de beneficiários de despesas feitas com saúde;
  • Nome e número de CNPJ de beneficiários jurídicos que receberam pagamentos;
  • Nome e CPF de quem recebeu doação/herança;
  • Nome e CPF dos dependentes com mais de 16 anos;
  • Nome e CPF de beneficiários de pensões (como pensão alimentícia);
  • Dados pessoais de empregado doméstico registrado no Simples e valor total pago em contribuições;
  • Escrituras e documentos de imóveis vendidos ou adquiridos em 2015;
  • Documentos de compra e venda de veículos feitas em 2015;
  • Documentos de compra de bens e veículos através de consórcio;
  • Documentos de rescisões trabalhistas e valores recebidos em 2015.

Está em dúvida se precisa declarar o imposto ou não? É bom não deixar essa dúvida viver até os últimos dias de entrega. Segundo as regras da Receita Federal, deverá ser tributado aqueles cujas rendas somaram um valor de R$ 28.123,91 ou mais no ano de 2015. Os outros estão isentos e podem deixar as preocupações de lado.

A Receita Federal já estabeleceu quais despesas podem ser deduzidas do IR e qual o limite que o valor pode ter. Com educação podem ser deduzidos até R$ 3.561,50 por contribuinte, R$ 2.275,08 em educação por dependente e sem limite para despesas com INSS e pensões.

Em 2016 o governo deve conseguir arrecadar ao redor de R$ 28 milhões, um bom incremento para as contas públicas que fecharam 2015 em déficit. O grande problema do IR é a sonegação, que além de diminuir a arrecadação, é difícil de fiscalizar.

Por Gizele Gavazzi

3 respostas para "Imposto de Renda 2016 – Como se Preparar para Declarar"

  1. Gostaria de tirar algumas dúvidas. Sou estudante e tiro cerca de 800 reais mensais no estágio, o que resulta numa renda anual inferior a R$ 28.123,91. Se eu investir esse dinheiro na bolsa de valores e em títulos públicos, sou obrigado a declarar o imposto?
    Além disso, sei que há a incidência do tributo diretamente na fonte em alguns investimentos. Tais parcelas são restituídas aos isentos ou não? Se sim, como obtê-las.

Postar Comentário