Declaração do Imposto de Renda 2017 – Dicas de Preparação

Confira aqui algumas dicas de preparação para o envio da Declaração do imposto de renda 2017.

O imposto de renda de 2017 só vai começar a ser entregue mesmo daqui a um mês, no dia 02 de março. Mas quem vai fazer a declaração já pode desde já ir preparando a papelada necessária e até mesmo adiantar alguns dados do preenchimento. Fazer isso ajuda e muito aqueles que querem entregar tudo no começo do prazo e ter um pouco menos de preocupação com a declaração.

É bom a gente lembrar que as pessoas que entregam a declaração no início contam com a possibilidade de conseguir a restituição antes. Fora isso, ainda temos o alívio de estarmos livres dessa obrigação. E tem outra vantagem: Como ainda tem um bom tempo até lá, dá pra fazer tudo com cuidado e se faltar alguma informação tem mais tempo para providenciar e regularizar a situação. Lembrando que o prazo termina no dia 28 de abril de 2017.

Até o momento, a Receita Federal não liberou o acesso ao programa (oficial) para a declaração do imposto de renda 2017. Mas isso não impede que você possa se adiantar um pouco e fazer o rascunho para facilitar todo o processo. Aliás, esse rascunho está sendo disponibilizado para quem precisa ou quer no site da Receita. Para acessar é só clicar >>> http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/ATSDR/IRPFRascunho/index.asp#infomIRPF.

No rascunho é possível que o contribuinte inclua alguns dados como, por exemplo, a movimentação relacionada a pagamentos, direitos e bens, os rendimentos e as despesas com os dependentes.

Aqueles contribuintes que fizeram a declaração do último ano é bem provável que tenha uma cópia impressa ou no computador. Essa cópia pode ajudar também em 2017 e agilizar o processo. Falando nisso, é sempre interessante que o contribuinte se preocupe um pouco e opte sempre por guardar uma cópia da declaração. Isso é fundamental até mesmo pelo fato de que a Receita Federal eventualmente poderá questionar algum ponto.

Para facilitar o processo, o Programa da Receita Federal permite ainda que as informações constantes no arquivo da declaração anterior possam ser importadas. Isso é bom já que ajuda a poupar tempo e diminui a chance de ter algum erro no momento de digitar algum dado ou valor.

Se você não guardou ou não lembra onde colocou sua cópia, você pode pedir uma segunda via digital. Se você tem o código de acesso e senha, é só solicitar no site http://www.receita.fazenda.gov.br.

Por Denisson Soares

Postar Comentário