Como Corrigir a Declaração do Imposto de Renda 2017

Saiba aqui o que fazer para corrigir a declaração do imposto de renda 2017.

E então? Enviou e declarou seu imposto de renda, mas viu que tinha um erro que acabou caindo no sistema da Receita Federal? Bem, mesmo com o prazo tendo sido finalizado nessa sexta-feira, dia 28 de abril, você não precisa se preocupar com isso. Dá para corrigir sem ter maiores problemas. Aqui a gente vai te explicar como você deve fazer para não ter dores de cabeça mais tarde. Para acompanhar a quantas anda o status do sua declaração e se está tudo certinho na Receita, você pode clicar aqui e acompanhar.

Você pode retificar, porém, quando você opta por retificar, você precisa seguir o mesmo modelo que já tinha feito anteriormente. Se o status da sua declaração já tiver como convocado para prestar esclarecimentos, não tem mais como você fazer alterações, por isso é importante correr para providenciar isso.

Se o documento gerar alguma dúvida, mas não tiver necessariamente um erro, não há muito o que se preocupar. Basta aguardar a intimação da Receita Federal ou então agendar atendimento, que se for o caso da declaração do ano de 2017, só poderá ser efetuada para janeiro de 2018.

É muito importante que o contribuinte fique atento com a declaração e continue acompanhando se o status de verificação possa vir a mudar. Há casos que mesmo que esteja tudo certo, as informações podem cair em uma nova “malha fina” ou então, a partir de uma retificação, o sistema da Receita Federal pode “abrir mão” sobre a intimação por verificar que tudo está nos conformes nos documentos enviados.

Outro fator importante para lembrar é sobre quem não conseguiu entregar a declaração de imposto de renda, para se apressar em providenciar o mais rápido possível para evitar transtornos com CPF da pessoa física e também sobre a multa que pode sofrer alterações gradativas conforme o tempo vai passando e a pessoa não acerta sua situação.

No final do ano, as informações sobre restituição do imposto de renda tendem a ser liberadas e com isso poderá acontecer o pagamento. Se você estiver com tudo certo, mesmo assim não deixe de acompanhar seu IR e o seu processamento de dados.

Yamí de Araújo Couto

Postar Comentário