Consulta ao 3º Lote do IRPF 2017

Consultas poderão ser realizadas a partir do dia 8 de agosto.

Para quem declarou seu imposto de renda para a Receita Federal e se encontra na expectativa da data para ter início à restituição referente ao ano de 2017, de acordo com informações da Receita Federal as consultas ao 3º lote começam a ser realizadas a partir do dia 08 do mês de agosto.

Segundo a Receita Federal, neste terceiro lote a estimativa é de que mais de 2 milhões de contribuintes do imposto de renda de Pessoa Física do ano de 2017 sejam contemplados. O valor pago em estas restituições chega a R$ 2,8 bilhões.

Além de declarações realizadas no ano de 2017 que serão restituídas, há também um lote chamado multiexercício que é referente também às restituições chamadas residuais dos exercícios de outros anos, que vai do ano de 2008 até o ano de 2016.

Os contribuintes que terão direito à restituição terão seu crédito disponível em suas respectivas contas bancárias no dia 15 desse mês de agosto.

Neste sentido neste 3º lote o total de R$ 210,5 milhões será destinado aos contribuintes que possuem preferência na espera de receber a restituição, ou seja, contribuintes idosos, portadores de necessidades especiais, com deficiência mental ou física, e/ou pessoas com alguma enfermidade considerada grave. Para este grupo considerado preferencial o número de contribuintes idosos é de 45.576 idosos e pessoas com deficiência ou doenças graves é de 6.555.

Para os contribuintes que ainda se encontram com dúvidas em relação à liberação de sua declaração, para ter acesso a essa informação é preciso acessar o site da Receita Federal, no endereço http://idg.receita.fazenda.gov.br. Nesta página o contribuinte pode acessar seu extrato de declaração e verificar se existem inconsistências nas informações identificadas pelo sistema.

A Receita Federal ainda disponibiliza um telefone com atendentes preparados para tirar dúvidas sobre a restituição. Nesse sentido ligue para o número 146 que é o Receitafone.

– Em caso de Declaração retificadora

E você contribuinte se encontra nessa situação, a recomendação é de que você acesse o site da Receita e verifique quais são as inconsistências de sua declaração. Após identificá-las faça a autorregularização, para isso é necessário entregar uma declaração retificadora. Saiba mais no site.

Para facilitar as consultas e verificar sua situação cadastral ou ainda consultar sua declaração, o contribuinte pode fazer isso em tablets ou smartphone. Para isso basta baixar o aplicativo da Receita. Dessa forma, em qualquer hora o contribuinte pode tirar suas dúvidas e verificar a situação do cadastro de seu CPF.

O valor da restituição será depositado a partir do dia 15 deste mês de agosto. O depósito será realizado em conta bancária informada na declaração. Para aqueles contribuintes que não possuem mais a conta informada quando realizaram a sua declaração, o valor estará disponível pelo período de 12 meses. Se o contribuinte não realizar o resgate de seu saldo durante este tempo, terá que realizar um requerimento através da internet, preenchendo um Formulário Eletrônico, que se intitula como Pedido de Pagamento de Restituição, ou pode ir diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Agora, se no seu caso as informações estão corretas e o dinheiro não for creditado, basta procurar uma agencia.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou pode ligar para a Central de Atendimento através do número 4004-0001 (capitais), ou 0800-729-0001 (demais localidades)- 0800-729-0088 (telefone especial para pessoas deficientes auditivas) para assim agendar o crédito em alguma conta bancária que pode ser corrente ou poupança, em qualquer banco, mas que precisa estar no nome do contribuinte.

Nesse sentido, se você escapou da malha fina não deixe de sacar o seu dinheiro.

Por Sirlene Montes

IRPF 2017

Postar Comentário