Programa do Imposto de Renda 2018 – Download

Receita Federal libera programa para declaração do imposto de renda Pessoa Física 2018.

O imposto de renda é uma arrecadação que o governo federal realiza de uma parcela de contribuintes brasileiros para o Estado ter dinheiro para investir em sistemas básicos de uso da população como a saúde, educação, infraestrutura, segurança pública, dentre outros.

A declaração desse imposto deve ser feita todos os anos pelos brasileiros que ganham mais que o teto estipulado pela Receita Federal. Neste artigo vamos informar como funciona o imposto, como fazer a declaração, como baixar o programa para realizar a declaração e outras informações de grande importância.

Quem deve declarar?

Todo ano a tabela do imposto de renda normalmente sofre alterações de valores, reajustes e atualizações. Os contribuintes que precisam declarar o imposto de renda em 2018 com ano base de 2017, ou seja, de acordo com os rendimentos do ano passado, são aqueles que receberam mais que R$ 28.559,70 por ano de rendimentos tributáveis.

Se o cidadão possui alguma atividade do meio rural e teve uma receita bruta no ano de 2017 maior que R$ 142.798,50, também precisa fazer a declaração do imposto de renda. O órgão da Receita Federal estipula que deverá receber quase 29 milhões de declarações, um número maior que de 2017.

Além desses, deve declarar:

– Cidadãos que tiveram rendimentos não-tributáveis ou que foram tributados direto na fonte que seja superior ao total de R$ 40 mil;

– Investidores da bolsa de valores, do mercado financeiro e afins;

– Quem tinha até o último dia do ano de 2017 bens com valor superior de R$ 300 mil no total.

Deduções e Multas

É importante o contribuinte ficar atento aos prazos que deverão ser cumpridos. As declarações podem ser entregues a partir do dia 1 de março até o dia 30 de abril de 2018. Os atrasados sentirão no bolso caso não cumpra os prazos, que é de 1% por mês de atraso sobre o imposto, podendo chegar até 20%. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74 reais.

Para quem tem direito as deduções, elas podem chegar até R$ 2.275,08. Que são gastos com educação, saúde, dentre outros. Para deduzir despesas com educação o limite individual é de R$ 3.561,50 por ano, com empregadas domésticas o valor máximo é de R$ 1.171,84. Já as deduções por dependente não passa do limite de R$ 2.275,08.

Programa de declaração do imposto de renda 2018

Desde o início da manhã de hoje (26), os contribuintes que precisam realizar a declaração do imposto de renda já podem baixar o programa em seus computadores ou pelo aplicativo para celulares e tablets.

Com o avanço da tecnologia, a cada ano novas funcionalidades nos programas aparecem, como no aplicativo para celulares e tablets, que a partir deste ano libera que os contribuintes façam retificações mesmo depois de ter entregue a declaração.

O programa também teve algumas melhorias. No painel principal do aplicativo os contribuintes terão mais informações das partes que poderão ser mais relevantes da declaração do que outras.

No setor de declaração de bens do sistema, o cidadão terá oportunidade de registrar mais informações dos seus bens, como um campo para incluir o número do Registro Nacional de Veículo, também conhecido como Renavam e outras informações complementares.

Os cidadãos que possuem dependentes de idade igual ou maior de 8 anos completos até o último dia do ano de 2017 precisam apresentar o CPF das crianças na declaração. A partir do ano de 2019 o documento será obrigatório para todos os dependentes, independentemente da idade.

Também há a facilidade de o contribuinte poder imprimir o documento de arrecadação, a Darf, para liquidação dos impostos, até mesmo os atrasados poderão ser impressos no momento para pagamento.

Para baixar o programa acesse http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2018/download.

Por Carolina Costa

Postar Comentário